domingo, 8 de julho de 2012

Três músicas II



 
Sonho meu, sonho meu
Vai buscar quem mora longe, sonho meu
Vai mostrar esta saudade, sonho meu
Com a sua liberdade, sonho meu
No meu céu a estrela-guia se perdeu
A madrugada fria só me traz melancolia
Sonho meu

Sinto o canto da noite na boca do vento
Fazer a dança das flores no meu pensamento
Traz a pureza de um samba
Sentido, marcado de mágoas de amor
Um samba que mexe o corpo da gente
E o vento vadio embalando a flor

DONA IVONE LARA / DÉCIO DE CARVALHO



6 comentários:

  1. Excelente ritmo,y preciosa letra!

    ABRAZOS MILES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abrazos miles, Maritza.
      Buena semana y gracias por tu visita y comentario.
      Gilson.

      Excluir
  2. Boa noite, Gilson
    e um belo poema, ela me faz querer alcanzar a minha estrela guia tamben.
    Feliz início de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Carolina !!
      Dona Ivone Lara conta que quando compôs a música só tinha umas poucas palavras na cabeça. Quando chamou Décio de Carvalho para colocar a letra (Yo no sé como se llama en español: las palabras em una canción - los versos?) ela disse para ele poucas palavras em que tinha pensado e nelas já havia essa "distância", implícita no seu comentário. Os versos inciais iniciais da canção.
      Feliz semana para você.
      Muchas gracias.
      Gilson.

      Excluir
  3. Sonho meu... tão nossos e intransmissíveis que até doem e fazem cair estrelas, desfazerem-se deuses e...

    Beijo

    Laura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto, eu não diria melhor.
      Obrigado.
      Beijo.
      Gilson.

      Excluir