domingo, 16 de fevereiro de 2014

Tu te lembras?



Tu te lembras daquele abraço,
de reencontro e notícia de Zeus no ouvido?

Tu te lembras daquela estrada,
em que o mar, água tanta, passava por baixo?

Tu te lembras daquela Salvador,
em que chorei, sob chuva, cheio de certezas?

Então!

O reencontro [antes tão certo]...
hoje se confunde, evanescente:

névoas, nuvens, dores e fumaça de cigarros!


].Texto e imagem: Gilson.[

5 comentários:

  1. Na verdade nada pode ser dado como certo na vida. O mundo gira e no seu ritmo as coisas se transformam para nossa alegria ou tristeza.

    ResponderExcluir

  2. Lembras-te, Gilson, daquela que se interrogava sobre quem era e o que fazia aqui? Lembraste?

    Agora está entre laços e rendas. Deixou de ser L. Não te esqueças, sim?

    Há males que temos de cortar pela raiz. :(

    Beijinho

    Laços e Rendas :)

    ResponderExcluir
  3. Zeus... (padre de los dioses y los hombres) Cada día se eleva ante nuestra mirada, sereno, luminoso, verdaderamente omnipotente.
    Feliz semana, abrazos Pilar

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito!

    http://queriadeti.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. ✿⊱°•


    F░E░L░I░Z

    P░Á░S░C░O░A !!!
    ¸.•°✿✿º°。

    ResponderExcluir